• Eliane Silva

O propósito maior

Descubra aquilo para o qual você nasceu

Qual é a sua vida?


Todos nós encaramos duas grandes perguntas, especialmente aqueles que não estão satisfeitos com o curso atual das suas vidas ou carreiras. Para começar: “O que eu devo fazer com a minha vida”. Em quais áreas você é fora de série? Em quais atividades você poderia se destacar? Esta pergunta aborda os seus principais pontos fortes. Se você conseguir responder a esta primeira grande pergunta, você vai estar no caminho certo para encontrar o seu propósito na vida. As pessoas podem obter sucesso, ganhar bons salários e alcançar status social. Mas se não exercerem o seu propósito autêntico na vida, seja ele qual for, elas vão permanecer insatisfeitas. Por exemplo, quando alguém perguntou a um CEO de uma empresa respeitada da área médica onde ele poderia se sentir mais útil, ele não sabia responder. Somente o que soube dizer foi: “Eu não tenho ideia se estou cumprindo aquilo para o qual fui colocado neste mundo”. Infelizmente, muitas pessoas se sentem assim.

“Milhões de pessoas passam a vida em busca de nada.”

A segunda grande pergunta é: “Como faço para ser notado?”, isto é, “Como faço para que a minha voz seja ouvida”. A segunda grande pergunta é tão importante quanto a primeira. Você pode conhecer o seu objetivo, mas se não se destacar da multidão, o seu sonho nunca se tornará uma realidade. O mundo está cheio de pessoas que possuem grandes ambições, mas sem conexões. Talvez não sejam hábeis em estabelecer redes e comunicar os seus sonhos de forma apelativa, por exemplo, através de histórias inspiradoras. Para ter sucesso no seu propósito, você precisa aprender a fazer com que as pessoas prestem atenção na sua história.


O Seu Propósito Específico


Descubra o propósito especial da sua vida, o seu nicho perfeito, para que você não perca anos à deriva. Quando você descobrir o seu propósito e tomar medidas proativas para persegui-lo, vai ganhar nova energia, determinação e coragem. Você vai pular da cama todas as manhãs pronto para assumir o comando do dia. A sua vida vai ter um significado renovado. Por exemplo, George Washington não era um general brilhante, mas compreendeu o seu propósito de vida. Ele “tinha uma visão poderosa e aguçada para agir no momento certo”; ele sabia como tirar proveito dos erros dos seus inimigos. Washington tinha “uma capacidade extraordinária para liderar” e deixou claro os seus propósitos, inspirando assim a confiança dos seus soldados.

“Grandes coisas não são realizadas por pessoas que vivem na negação ou se recusam a encarar a verdade.”

Conforme você orienta a sua vida para encontrar o seu propósito especial, entenda que essa meta não tem nada a ver com a posição final a ser alcançada, o cargo a ser conquistado ou as riquezas que podem ser obtidas. Algumas pessoas com poucos recursos financeiros conseguem identificar o seu propósito de vida e trabalhar com alegria para alcançá-lo, enquanto milionários andam às voltas sem nunca descobrir o seu verdadeiro objetivo.

“Quando se trata da sua carreira, vocação ou sonho, entenda que você não vai ser notado por ser muito bom em tudo.”

Encontrar o seu propósito maior não é fácil; você deve se comprometer a buscá-lo com diligência. Não espere descobrir o seu propósito de imediato. Mas tenha confiança nesta missão vital. Você pode encontrar o sentido da sua vida se estiver preparado e determinado a mudar algumas coisas na sua vida caso seja necessário, o que normalmente é.


Uma Vida com Propósitos


As pessoas que viviam em tempos anteriores achavam mais fácil descobrir os seus propósitos de vida. Durante o século XIX, muitos pais predeterminavam a vida que seus filhos seguiriam. Muitos jovens não precisavam vasculhar entre inúmeras opções confusas, pois os seus pais já definiam os seus propósitos, dando aos seus filhos o dom do foco ou da “intencionalidade”. A Thornton Portrait Gallery, próxima a Pasadena na Califórnia, apresenta retratos de líderes do século XIX que mostravam essa determinação em seus rostos.

“Um navio está seguro no porto, mas não é para isso que os navios servem.” (William Sheed, teólogo do século XIX)

Esses líderes de todas as esferas da vida, incluindo militares, artistas e políticos sabiam com exatidão, desde os seus primeiros dias, quais os seus propósitos e se concentravam totalmente para viver essa finalidade. As coisas são diferentes hoje em dia e muitas pessoas têm uma mentalidade laissez-faire quanto a suas vidas. Isto é particularmente verdadeiro para os que cresceram durante a década de 1960, onde se acreditava no acaso e no poder da coincidência. Mas encontrar o seu propósito não acontece por acaso. Você precisa procurá-lo sistematicamente.


Uma Vida Desperdiçada


Um estudante terminou o secundário e foi para a faculdade, sem nunca planejar sua vida. Embora estivesse animado sobre a obtenção de uma graduação superior, ele logo abandonou a faculdade. O jovem foi para Hollywood para se tornar um ator. Algo que não deu certo. Sem sucesso, ele tentou vender imóveis, se casou e depois se divorciou. Hoje, este homem está na casa dos 50 anos e trabalha em um café. Todos os dias ele verifica os classificados, mas nunca encontra nada de atraente ou tangível. Sua vida “ao acaso” desceu pelo ralo. Ele poderia ter sido beneficiado por um propósito, o qual geralmente se manifesta a três tipos de pessoas:

  1. Aquelas que sempre souberam o seu propósito na vida – Imagine a autora que começou a escrever contos ainda menina, o pastor que pregava para os corais quando garoto ou o jovem empresário cuja banca de limonada atraia pessoas de todo o bairro. Esses indivíduos afortunados sabiam exatamente o que se tornariam na vida.

  2. Aquelas que necessitam de uma “revelação” para descobrir o seu propósito – Estes indivíduos sortudos experimentam os momentos reveladores de “Eureka!”, geralmente durante uma atividade que lhes mostrou imediatamente o propósito da sua vida.

  3. Aquelas que descobrem o seu propósito somente depois de uma longa busca – Essas pessoas costumam errar muito o caminho antes de encontrar o seu verdadeiro propósito. O autor Phil Cooke certa vez sonhou em se tornar um pianista. Mais tarde, quis se tornar um astronauta, então conseguiu que um deputado nos EUA o recomendasse para a Academia da Força Aérea. Ele ganhou várias bolsas universitárias; trabalhou como mágico amador; escreveu roteiros que ninguém produziu e um romance que ninguém publicou. Somente depois de todos esses aparentes fracassos Phil Cooke conseguiu descobrir o seu propósito maior.


Qual é o Seu Nicho Especial?


Na área de Notting Hill em Londres, o mercado da Portobello Road oferece itens que você não vai encontrar em nenhum outro lugar. Estes tesouros incluem antiguidades, livros raros e jóias. Uma comerciante carinhosamente conhecida como a “Senhora dos Pratos”, é uma doce mulher nos seus 80 anos. Ela vende apenas pratos antigos e é “figura carimbada” no mercado de Portobello Road há mais de 47 anos. Embora não tenha uma formação em marketing, ela sabe de forma instintiva como se destacar dos outros comerciantes. Como se especializou em apenas um item, ao longo dos anos esta senhora se tornou uma comerciante a ser procurada caso alguém estivesse atrás de um prato antigo.

“Não importa onde você esteja, o que importa é aonde você está indo.”

Ela desenvolveu a sua própria marca distinta, uma vantagem promocional que se traduz diretamente em vendas. Como a senhora dos pratos, você precisa da sua própria marca pessoal. Nada é mais importante. Verifique se o seu propósito é exclusivo. Torne-se incrivelmente bom nesta atividade. Em um mundo extremamente confuso, em que há grande concorrência pela atenção das pessoas, essa é a única forma de fazer com que você seja notado, lembrado e procurado.


A Sua Marca Pessoal


De acordo com a revista Brandweek, as “marcas são o caixa rápido para as pessoas que vivem suas vidas com cada vez maior velocidade”. A sua marca deve comunicar algo singular. Todos os aspectos da sua biografia devem apoiar a sua marca. Como disse o especialista em marketing Brad Abare, “tudo se comunica”. Ao construir a sua marca, lembre-se que:

  • A visibilidade é tão importante quanto a habilidade – Você pode ser extremamente talentoso no que faz e ter um propósito claro e significativo, mas se as pessoas não conhecem você ou o seu propósito, você não alcançará os seus sonhos.

  • Não crie uma marca a partir de uma mentira – Seja autêntico. As pessoas vão sentir quando sua marca e identidade não se alinharem.

  • Em uma cultura midiática, ser diferente é tudo – Ninguém é como você. Celebre e promova a sua singularidade. Comunicar quem você é e o que o torna especial.


Conheça a Si Mesmo


O seu propósito, qualquer que seja, depende de quem você é. A menos que você saiba exatamente o que lhe faz vibrar, você nunca será capaz de descobrir o seu propósito na vida. Utilize testes de personalidade para obter insights sobre seus ativos e passivos e testes psicológicos para os seus pontos fortes e fraquezas. O Perfil DiSC classifica as pessoas de acordo com quatro aspectos distintos de comportamento: dominância (assertividade e controle), influência (questões de socialização), estabilidade (persistência e paciência), e cautela (considerações organizacionais). O Indicador Myers-Briggs, que divide os examinandos em 16 diferentes tipos de personalidade, é outra ferramenta útil. Depois de descobrir e ir atrás do seu propósito, você vai se encontrar, ou levar a si mesmo a uma posição de destaque, permitindo-lhe estabelecer “um legado de influência”. O processo de obtenção de autoconhecimento e aquisição de conhecimentos também ajuda a expressar com paixão o seu propósito. Isso faz com que você seja duplamente influente, porque “as pessoas respondem bem à paixão”.


Avaliando os Seus Valores


Os valores, que estabelecem prioridades, vão ajudar a determinar o seu propósito. Pense em seus valores como “as canaletas da pista de boliche da vida”. Os seus valores são os seus limites morais. Eles guiam suas escolhas, incluindo as decisões que o levam a atingir o seu propósito. Nunca comprometa os seus valores para não sacrificar a sua verdadeira identidade.


As Perguntas Cruciais


Faça três perguntas para descobrir o seu propósito maior:

  1. O que é mais fácil para você? – Grandes escritores, mas terríveis com números, não devem ser contadores ou consultores financeiros. Atenha-se naquilo em que você é bom.

  2. O que você ama? – O trabalho que você ama não exige esforço. Faça tudo o que puder para que o seu futuro envolva trabalhar naquilo que lhe dá prazer.

  3. O que tira você do sério? – Sabe aquilo que deixa você realmente irritado? Tire vantagem disso; quem sabe o seu propósito seja se dedicar com paixão para resolver esse problema.


Alcançando o seu Propósito Maior


Alcançar um propósito exige dedicação. Se o seu propósito é se tornar um roteirista bem sucedido, você vai precisar viver em Hollywood ou Nova York. É necessário desenvolver um plano sensato que ajude a mudar a sua vida. Se escrever é o seu objetivo, não peça demissão hoje mesmo e se mude para Los Angeles. Antes de mergulhar de cabeça, organize a sua vida para ter a mínima chance de sucesso. Planeje os seus passos de maneira ordenada. Comece escrevendo alguns roteiros para produções locais. Se você tiver o dom, ele logo será evidente. Encontre o tempo necessário para realizar o seu sonho de vida. Muitos autores famosos desenvolveram o seu ofício levantando cedo para escrever antes do trabalho, ou escrevendo tarde da noite. Esteja preparado para fazer sacrifícios semelhantes, com a mesma disciplina. O seu propósito maior vale o esforço. Se fosse fácil alcançá-lo, não teria valor algum.

“Aonde quer que você vá, vá com todo o coração.” (Confúcio)

Não importa qual a sua idade, você pode sempre descobrir o seu propósito maior. Por exemplo, o escritor Raymond Chandler não teve sucesso antes dos 50. A beleza da vida é que, até o fim, sempre há mais uma chance. Independentemente dos obstáculos no seu caminho, arrisque. Seja ousado. Descubra o seu propósito maior e viva uma vida cheia de propósitos significativos. Esta deve ser a maior aventura da sua vida. Comece hoje mesmo a sua busca.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo