• Eliane Silva

Siga o Líder

A única coisa que os grandes líderes têm que os grandes seguidores querem


Muitas pessoas pensam que a melhor maneira de aprender a liderar é estudar os líderes famosos, como Winston Churchill, Martin Luther King Jr. ou Nelson Mandela, e tentar compreender os seus métodos e psicologia e dissecar os seus estilos e abordagens. Mas os líderes apresentam uma gama vasta de atributos pessoais, tendências e práticas. Diante desta variedade, você não ganha muito ao tentar estabelecer um conjunto definido de características de liderança. E, tentar definir as qualidades comuns a diversos líderes para ter um modelo que você possa imitar só leva a confusão.

“Os líderes são responsáveis pelas suas ações, ao decidir quais devem ser realizadas e comunicadas.”

Todos os líderes, independentemente de suas diferenças, compartilham uma característica crucial: todos têm seguidores. Estes seguidores não são subprodutos incidentais da liderança, eles são a sua base. As pessoas escolhem quais líderes seguir. Sem seguidores, não há líderes. Na relação líderes-seguidores, os seguidores são a parte mais importante. Por exemplo, o que Martin Luther King Jr. teria conseguido se tivesse marchado sozinho ou discursado para praças vazias? Para aprender o essencial sobre liderança, descubra o que motiva os seguidores. A pergunta não é sobre o que os líderes fazem. E sim, sobre o que querem os seguidores. Para ser um líder eficaz, adapte sua personalidade e ações às respostas que obteve. Quando tiver compreendido os seguidores, você terá percebido a essência da liderança.


Atrair em vez de pressionar


As pessoas acreditam erroneamente que a liderança implica a coerção e manipulação dos subordinados. Mas isso não é liderança, isso é pressionar as pessoas. A coerção pode ter tido resultado no passado, mas ela não se ajusta ao ambiente de trabalho atual, de resolução de problemas e busca de soluções. Em vez de adotar o modelo antiquado de comando e controle, os líderes atuais precisam motivar os seus seguidores a se comprometerem emocionalmente no esforço para atingir os objetivos da organização. Esta é uma motivação por atração, não por pressão. Os líderes carismáticos conseguem a adesão emocional dos seus seguidores para darem a sua máxima contribuição.


Os seguidores


Todas as espécies têm um instinto de seguir e exibir um comportamento de manada. Seguir o líder é o resultado de uma dinâmica evolutiva do instinto de autopreservação. Para sobreviver, os indivíduos de muitas espécies seguem instintivamente os líderes mais fortes. Seguir um líder não é necessariamente positivo. Isso até pode ser perigoso. Seguir as pessoas erradas pode levar ao desastre. Os seguidores precisam escolher com cuidado quem seguem, mas os indivíduos raramente tomam decisões completamente racionais. Muitas vezes, as pessoas não sabem por que tomaram certas decisões ou até por que estão fazendo as escolhas. Em vez disso, elas confiam na intuição, uma forma predominantemente inconsciente de tomar decisões.

“Todos os grandes líderes são escolhidos por um ou vários indivíduos como a pessoa de quem eles desejam receber orientações.”

Embora os aspirantes a líder precisem aprender por que os seguidores seguem certos líderes, os seguidores raramente dão respostas concretas ou definitivas sobre as razões por que seguem um determinado líder. Para obter uma indicação das escolhas dos seguidores, os líderes precisam examinar os lados racionais e emocionais da tomada de decisões, assim como os seus aspectos conscientes e inconscientes. Os estudos sobre a química cerebral revelam que as emoções e a razão estão ligadas e que o comportamento social dos seguidores envolve tanto a razão como a emoção. Para compreender a atuação dos seguidores, examine a emoção e a razão à luz do contexto em que as decisões são tomadas.

“As avaliações fornecem indicações sobre as intensões do líder, mas são as suas ações que asseguram se há progresso.”

Tendo compreendido como os seguidores tomam decisões, você pode desenvolver as estratégias que levam as pessoas a seguir você. Para adquirir esta compreensão, analise a lógica emocional dos seus seguidores. Como todas as pessoas, os seguidores não são completamente racionais. E quando tomam decisões, eles dão igual valor às emoções e razão. No fundo, as pessoas dizem que seguem os líderes por que, instintivamente, lhes parece bem.

“Se você se virar e não tiver ninguém atrás de você, você não é um líder.”
3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo