• Eliane Silva

23 hábitos anti-procrastinação

Como Deixar de Ser Preguiçoso e Ter Resultados Em sua Vida


Logo no início do livro, Scott fala sobre como todos nós somos procrastinadores, em determinado momento da vida.


Ainda que tenhamos algo muito importante à fazer, buscamos uma série de desculpas para deixar as tarefas relevantes “para depois”.


O problema da procrastinação é que, quase sempre, não nos damos conta de que ela existe e persiste. E, isso acaba se tornando um hábito.

Scott explica que “há um efeito cumulativo na procrastinação”. Porque, sempre haverá algo a ser feito e, sempre você deixará alguma coisa “para depois”.


A princípio, o autor fala sobre a proposta do livro, que servirá como uma espécie de “guia”. Scott explica qual a psicologia por trás da procrastinação e, além disso, fala quais são as principais desculpas que usadas pelas pessoas que querem procrastinar.


O Hábito de Procrastinar


Em primeiro lugar, Scott aborda o potencial do hábito em nossas vidas. De acordo com ele, o hábito gera rotina. E, o autor salienta que há pessoas que seguem suas vidas com base em hábitos de auto aperfeiçoamento, enquanto outras preferem seguir suas vidas com base em hábitos autodestrutivos.


Em função disso, o autor explica que os hábitos podem ser bons ou ruins. E, certamente, eles definem quem somos e tudo o que conseguimos realizar. Sendo assim, é importante perceber o hábito de procrastinar para compreendê-lo e, entender como ele pode estar sendo negativo em sua rotina.


Nesse ínterim, Scott diz que a melhor solução para lidar com a procrastinação é não lutar contra ela. Como recomendação, ele sugere que você trabalhe uma nova rotina. Isto é, procure fazer hábitos bons, que transformem seu tempo em algo realmente produtivo.


As 7 Desculpas do Procrastinador


Dando sequência, Scott revela as 7 desculpas de todo procrastinador. Com o propósito de te ajudar a identificá-las em você. São elas:


  1. Não importa – Diz respeito as tarefas que “não parecem importantes” e, por isso, as pessoas sempre deixam para depois.

  2. Preciso fazer ____ primeiro – Ocorre quando sempre há algo “mais importante” para ser feito antes.

  3. Preciso de mais informações para começar – Por precisar de mais informações, há tarefas que nunca são concluídas.

  4. Sinto-me sobrecarregado e tenho muita coisa para fazer – Por acumular muitas tarefas, o procrastinador sente-se mais cansado e sobrecarregado. É um ciclo sem fim e vicioso.

  5. Não tenho tempo agora – Este hábito é intermitente e, a maioria dos procrastinadores não consegue mais viver sem ele. Ainda que não percebamos, ao procrastinar, ficamos cada vez mais sem tempo, justamente, porque perdemos tempo com coisas aleatórias.

  6. Continuo me esquecendo de fazer isso – Não conseguir se organizar também é algo viciante. As pessoas procrastinam, porque esquecem o que precisam fazer.

  7. Não estou com vontade de fazer isso – Por existir tarefas desagradáveis, o procrastinador deixa muita coisa para depois.


Os 23 Hábitos Anti-Procrastinação


A seguir, confira um compilado com os 23 Hábitos Anti-Procrastinação descritos por Scott em seu livro:


  1. Use a Regra 80/20 para Tomar Decisões (Princípio de Pareto)

  2. Relacione Cada Ação a Um Objetivo S.M.A.R.T

  3. Anote Suas Ideias

  4. Crie um Sistema de 43 Pastas

  5. Faça Listas de Projetos

  6. Crie Lembretes para Tudo

  7. Agrupe Tarefas Rotineiras Semelhantes

  8. Desenvolva Processos e Projetos Individuais

  9. Programe uma Revisão Semanal

  10. Faça uma Revisão Mensal

  11. Diga “Não” às Atividades Menos Prioritárias

  12. Acompanhe Seu Progresso e Sucessos

  13. Comece Seu Dia Com TMI’s

  14. Priorize Usando o Método ABCDE (Sistema de Classificação)

  15. Crie um Senso de Urgência

  16. Torne-se Publicamente Responsável

  17. Comece aos Poucos

  18. Recompense a Si Mesmo

  19. Desenvolva Competências com Base em Projetos

  20. Obtenha Motivação Indireta

  21. Pratique Técnicas de Visualização

  22. Seja Paciente com o Processo

  23. Faça o Desafio dos 30 Dias para mudar um hábito de cada vez


Como Agir Agora


Por fim, Scott finaliza sua obra convidando o leitor a agir. Por conseguinte, de forma, quase que irônica, o autor explica que após ler o livro, ao contrário do que faria um procrastinador (deixar para agir depois), é preciso agir no agora.


O conselho final de Scott é que o leitor escolha um hábito por vez. E, dessa forma, comece a mudança, imediatamente.

Além disso, ele fala sobre não deixar a procrastinação controlar sua vida.


Decerto, é possível fazer tudo o que precisa ser feito, se conseguirmos nos manter atentos aos estímulos que surgem à nossa volta. Muitas vezes, não precisamos responder a todos esses estímulos. Mas então, por que reagimos a eles?


Compreender quais são os gatilhos que nos fazem procrastinar, é um passo importante na jornada “Anti-procrastinação”.

Certamente, ninguém disse que será fácil. Mas, essa mudança é algo que precisa ser realizado. Mesmo diante de inúmeros obstáculos e fraqueza.


Fica óbvio que, S.J Scott é um cara muito otimista. Em função disso, não é difícil se pegar pensando em “como é fácil falar, mas, difícil fazer”. Porém, por outro lado, pensar em como o nosso tempo é curto e em como os processos podem ser otimizados para nos fazer “ganhar tempo” é, de fato, algo relevante.


Em resumo, se você está procurando um livro inspirador, que te ajude a conquistar mais liberdade e que te auxilie na busca por uma vida menos estressante e mais produtiva, sem dúvidas, o “livro 23 Hábitos Anti-Procrastinação” e vale a leitura do livro completo.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo